Mais dois detidos em Bruxelas no âmbito das investigações aos atentados de Paris

Investigações na Bélgica têm desmantelado parte da rede que ajudou Salah Abdeslam, suspeito de participar nos ataques de Paris.

Dois homens foram detidos na comuna de Molenbeek, em Bruxelas, na terça e quarta-feira, no âmbito de operações policiais relacionadas com os ataques de Paris de 13 de novembro, anunciou hoje a procuradoria belga.

Segundo a imprensa local, os detidos Zakaria J., de nacionalidade belga e nascido em 1986, e Mustafa E., marroquino nascido em 1981, devem ser hoje presentes a um juiz de instrução, que decidirá acerca da prisão preventiva.

Um comunicado da procuradoria indicou que nem armas, nem explosivos foram encontrados nestas operações.

As investigações na Bélgica têm desmantelado parte da rede que ajudou Salah Abdeslam, suspeito de participar nos ataques de Paris.

O suspeito terá regressado a Bruxelas depois dos ataques, encontrando-se ainda a monte.

Além de três locais que terão servido para planear os ataques, as forças belgas identificaram 10 pessoas, das quais nove estão detidas.

Os atentados em Paris mataram 130 pessoas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG