Mais de cinco pessoas violadas por hora no Brasil em 2015

Estudo admite que número pode ser 10 vezes maior pois muitas das vítimas não apresentam queixa

Mais de cinco pessoas foram violadas por hora e a cada minuto um veículo foi roubado ou furtado no Brasil em 2015, indica o 10.º Anuário Brasileiro de Segurança Pública.

Segundo dados divulgados hoje pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), houve 45.460 violações no ano passado, um número ainda assim inferior ao registado em 2014 (50.438).

O FBSP refere que os dados divulgados têm por base o número de ocorrências registadas pela polícia - que dão conta de uma violação a cada 11 minutos e 33 segundos - pelo que o número de vítimas pode ser maior.

"O crime de estupro é aquele que apresenta a maior taxa de subnotificação no mundo, então é difícil avaliar se houve de fato uma redução da incidência desse crime no país", disse a diretora executiva do Fórum, Samira Bueno, à Agência Brasil.

O fórum estima que tenham ocorrido, na verdade, entre 129,9 mil e 454,6 mil violações em 2015. Para chegar ao número mínimo, os investigadores baseiam-se no National Crime Victimization Survey (NCVS), um relatório que diz que apenas 35% das vítimas apresenta queixa.

Já o número máximo tem como referência o estudo Estupro no Brasil: uma radiografia segundo os dados da Saúde, do Instituto de Pesquisa Económica Aplicada, diz que apenas 10% das vítimas de violações apresentam queixa no Brasil.

Os dados mostram também que foram roubados 242.097 veículos e furtados 267.881 em 2015, o que perfaz um total de 509.978 casos, menos do que o total de ocorrências somadas em 2014 (513.023).

Ainda de acordo com o FBSP, metade dos alunos que frequentavam o 9.º ano de escolaridade estavam em escolas localizadas em áreas de risco de violência e 14,8% dos estudantes afirmaram ter perdido aulas por falta de segurança no trajeto casa-escola ou na escola.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG