Mais de 300 imigrantes saltaram cerca que separa Marrocos de Ceuta

A passagem a salto ocorreu durante a madrugada, apenas três dias depois de, na sexta-feira, cerca de 500 imigrantes terem conseguido forçar a passagem

Cerca de 300 imigrantes subsarianos, segundo os primeiros dados fornecidos pelo serviço de Emergências 112 espanhol, voltaram a entrar em Ceuta depois de saltarem a rede que separa Marrocos da cidade autónoma de Ceuta, Espanha, informa a agência Efe.

A Equipa de Resposta Imediata de Emergências (ERIE) da Cruz Vermelha está a assistir estas pessoas, 11 das quais tiveram de ser transportadas para o Hospital Universitário da cidade autónoma.

A passagem a salto ocorreu durante a madrugada, apenas três dias depois de, na sexta-feira, cerca de 500 imigrantes terem conseguido forçar a passagem da rede divisória entre Marrocos e Espanha e entrar em Ceuta, junto da fronteira de Tarajal, segundo as autoridades espanholas.

Várias pessoas ficaram feridas na altura em que saltavam a rede que separa Marrocos da cidade autónoma de Ceuta.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG