Concerto solidário em Manchester arrecadou 2,3 milhões para fundo de emergência

No total foram angariados mais de 13 milhões de euros para fundo de emergência. Os 50 mil bilhetes colocados à venda esgotaram em 20 minutos

O fundo de emergência criado para apoiar as vítimas do atentado de maio em Manchester, Reino Unido, conta com 13,7 milhões de euros, entre os quais 2,3 milhões arrecadados durante o concerto solidário de domingo.

De acordo com a revista Variety, durante as três horas do espetáculo de domingo, promovido pela cantora Ariana Grande, foram angariados 2,3 milhões, que se juntam aos 11,4 milhões que já tinham sido reunidos para um fundo de emergência criado pela autarquia de Manchester e pela Cruz Vermelha britânica.

Falta ainda contabilizar a receita de bilheteira do espetáculo, sendo que os 50.000 bilhetes colocados à venda esgotaram em vinte minutos.

Pharell Williams, Miley Cyrus, Take That, Kate Perry, Liam Gallagher Coldplay, Justin Bieber e Robbie Williams foram alguns dos artistas que se juntaram a Ariana Grande no concerto solidário de domingo.

O espetáculo, marcado por várias mensagens de apelo à paz, terminou com Ariana Grande a interpretar o tema "Somwhere over the rainbow".

Sob fortes medidas de segurança, o espetáculo "One Love Manchester" foi promovido por Ariana Grande, depois de um atentado ocorrido a 22 de maio junto ao Manchester Arena, no final de um concerto da artista e que causou 22 mortos e 116 feridos.

O grupo extremista Estado Islâmico reivindicou a autoria do ataque.

No dia 11 a cantora norte-americana atua pela primeira vez em Portugal, com um concerto marcado no Meo Arena, em Lisboa.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG