Líder republicano afirmou que Putin pagava a Trump

Kevin McCarthy, líder da maioria republicana na Câmara dos Representantes, foi gravado a falar com outras figuras do partido

"Existem duas pessoas a quem eu acho que Putin paga: Rohrabacher e Trump". A frase é de Kevin McCarthy, líder da maioria republicana na Câmara dos Representantes e terá sido proferida em junho de 2016, um mês antes de Donald Trump conseguir a nomeação republicana.

O The Washington Post noticia esta terça-feira ter ouvido uma gravação na qual McCarthy - que é também um dos maiores aliados de Trump no Congresso - está a conversar com outras figuras do partido.

Já Dana Rohrabacher, que também, de acordo com McCarthy, receberia pagamentos de Putin, é conhecido no Congresso como um grande defensor da Rússia e do seu presidente.

Entretanto surge na conversa Paul Ryan, líder da Câmara dos Representantes, parando a conversa e a hipótese de se ouvir mais sobre a teoria de McCarthy, pedindo segredo aos presentes.

Antes da conversa referida pelo Post, McCarthy e Ryan tinham saído de reuniões separadas com o primeiro-ministro ucraniano, Volodymyr Groysman, que terá falado numa tática do Kremlin de financiar políticos populistas para enfraquecer democracias do leste europeu.

Na altura tinham surgido as notícias, também no Washington Post, que os russos teriam hackeado a rede do partido Democrata, o que fez com que McCarthy mudasse a conversa da intervenção russa na Europa para eventos "mais próximos de casa", escreve o Post.

Na gravação, enquanto alguns riram, McCarthy jura que estava a falar a sério, insinuando assim a intervenção russa na rede dos democratas, segundo o jornal americano.

Novamente Paul Ryan terá pedido que ninguém falasse sobre a conversa. "Não há fugas. Isto é como sabemos que somos uma verdadeira família aqui", disse.

A conversa, que é agora conhecida quase ao fim de um ano, mostra as visões internas dos republicanos sobre possíveis ligações à Rússia, mostrando que estes queriam mantê-las secretas.

A publicação norte-americana ressalva, no entanto, que pela gravação é complicado perceber se todas as frases são para ser levadas à letra.

O Post fez a transcrição completa da gravação, que pode ler no fim da sua notícia.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG