Le Pen quer regresso do franco e expulsão de estrangeiros

Candidata da extrema-direita deu a conhecer 144 promessas

A candidata a Presidente de França Marine Le Pen, de extrema-direita, propõe restrições à imigração e a expulsão de estrangeiros suspeitos e quer o regresso do franco e tirar a bandeira da União Europeia dos edifícios públicos.

Este sábado, foram conhecidas as 144 promessas de Le Pen, para pôr em prática caso seja eleita no próximo mês de abril. As principais são as seguintes:

Soberania francesa

- Negociar com a União Europeia as "quatro soberanias" - regresso à moeda franco, legislativa, económica, territorial e controlo de fronteiras

- Deixar o espaço Schengen

Imigração

- Reduzir a imigração a 10.000 pessoas por ano

- Acabar com o direito automático à nacionalidade francesa pelo casamento

- Acabar com dupla nacionalidade para não europeus

- Restringir a nacionalidade francesa para pessoas com pais franceses ou naturalizados (fim da regra automática por nascimento)

- Restringir o asilo nos pedidos feitos em embaixadas ou em países vizinhos dos que solicitam asilo

Terrorismo

- Banir e dissolver todas as organizações, incluindo mesquitas ligadas a fundamentalistas islâmicos (já praticado, mas que a candidata considera que não está devidamente aplicado)

- Expulsar de França todas as duplas nacionalidades ligadas a redes 'jihadistas' e estrangeiros suspeitos

- Criar uma única agência antiterrorismo

Defesa e segurança interna

- Deixar o comando integrado da NATO

- Assegurar que a França se pode defender sozinha

- Reforçar as forças de segurança com mais 15.000 polícias

- Expulsão automática de criminosos e delinquentes estrangeiros

- Prisão perpétua para crimes mais graves

Identidade francesa

- Inserir na Constituição o conceito de "prioridade nacional", que significa os franceses primeiro do que os estrangeiros em todos os domínios

- Remover a bandeira da União Europeia dos edifícios públicos

- Estender o secularismo a todos os espaços públicos (clara referência à proibição dos véus muçulmanos)

Instituições francesas

- Criar referendos populares sobre questões propostas por pelo menos 500.000 pessoas

- Instituir a representação proporcional no Parlamento (que favoreceria a Frente Nacional, o seu partido).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG