Justiça britânica reconhece influência da poluição na morte de uma criança

Um tribunal admitiu que a qualidade do ar teve "uma contribuição material" para morte de Ella, menina de nove anos, que faleceu após um severo ataque de asma, em 2013, em Londres.

A justiça britânica reconheceu esta quarta-feira, pela primeira vez, o papel da poluição do ar na morte de uma pessoa. Em causa está uma menina de nove anos, cuja morte, em Londres, teve "uma contribuição material" de acordo com o tribunal.

"A minha conclusão é que a poluição do ar deu uma contribuição material para a morte de Ella Adoo-Kissi-Debrah", em 2013, disse Philip Barlow, médico legista de Southwark, Londres, após duas semanas de audiências em tribunal, que terminaram na sexta-feira.

Ella Adoo-Kissi-Debrah morreu em 15 de fevereiro de 2013 de um severo ataque de asma, após quase três anos de crises repetidas e cerca de 30 hospitalizações relacionadas com esta doença. A criança morava em Lewisham, a menos de 30 metros da "circular sul", uma via muito movimentada no sul de Londres.

Em 2014, a justiça britânica determinou que a menina morrera de insuficiência respiratória aguda causada por asma grave, não por poluição, contudo essas conclusões foram anuladas, em 2019, e uma nova ronda de audiências foi requerida, devido a novas evidências científicas, incluindo o relatório de um especialista do Reino Unido em poluição do ar, Stephen Holgate, datado de 2018.

Stephen Holgate notou uma "ligação assinalável" entre as hospitalizações de emergência de Ella e o registo de picos de dióxido de nitrogénio (NO2) e partículas transportadas pelo ar, os poluentes mais prejudiciais para a saúde humana, perto da sua casa.

"Ella vivia no fio da navalha. Isso significa que uma mudança muito pequena pode ter consequências dramáticas", explicou, durante uma audiência judicial, no dia 8 de dezembro, este professor de imunofarmacologia da Universidade de Southampton.

Estima-se que entre 28 000 e 36 000 mortes que ocorrem no Reino Unido em cada ano estejam relacionadas com a poluição atmosférica.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG