Juan Carlos está nos Emirados Árabes Unidos? Há uma foto que pode ser a prova que faltava

Ganha força a tese de que o rei emérito de Espanha partiu para uma monarquia do Golfo Pérsico.

Pode ser a prova que faltava sobre o destino de Juan Carlos: uma foto divulgada este sábado mostra um homem de máscara, que parece ser o rei emérito de Espanha, a descer as escadas de um avião, o mesmo que o terá levado da cidade espanhola de Vigo a Abu Dhabi, a capital dos Emirados Árabes Unidos.

A foto foi divulgada pelo diário on-line NIUS, propriedade do grupo Mediaset e entretanto reproduzida pela generalidade dos media espanhóis e também por media internacionais, como a BBC.

O destino de Juan Carlos não foi, até agora, confirmado nem pelo governo nem pela Casa Real. Várias possibilidades já foram postas em cima da mesa, desde Portugal à República Dominicana, mas a hipótese de Juan Carlos ter partido para uma das monarquias do Golfo Pérsico parece ganhar mais força.

O diário ABC já tinha avançado que Juan Carlos estaria em Abu Dhabi, depois de ter partido, pelas dez horas de segunda-feira, num avião privado com destino à capital dos Emirados Árabes Unidos, com pelo menos mais cinco passageiros a bordo, entre eles uma "pessoa de máxima confiança do rei emérito e quatro seguranças".

De acordo com o mesmo jornal, o avião aterrou mais de sete horas depois no aeroporto executivo Al Bateen, na capital dos Emirados Árabes Unidos, tendo Juan Carlos seguido de helicóptero para o hotel - um dos mais caros do mundo - onde está alojado numa das seis suítes presidenciais, com 800 metros quadrados, e que custa cerca de 11 mil euros por noite. O ABC apelida o hotel de "fortaleza à prova de paparazzi". A segurança estará a cargo do príncipe herdeiro, amigo do rei.

Juan Carlos deixou a Espanha numa altura em que o Supremo Tribunal Espanhol tem aberta uma investigação preliminar ao envolvimento do rei emérito na assinatura de um contrato para a construção de uma linha de alta velocidade entre Meca e Medina, na Arábia Saudita, depois de ser revelado que o antigo monarca pode ter recebido uma comissão de cem milhões de dólares do falecido rei saudita por causa do negócios. A Suíça também está a investigar. Sob suspeitas de corrupção, Juan Carlos deixa o país para proteger a Coroa dos sucessivos escândalos que têm vindo a ser conhecidos sobre a sua vida.

Mais Notícias