JetBlue oferece viagem grátis a 150 passageiros. Contrapartida? Escolher o destino juntos

Companhia de aviação norte-americana quis avaliar se 150 pessoas eram capazes de chegar a um consenso para conseguirem uma viagem gratuita

A JetBlue, uma companhia de aviação norte-americana, decidiu colocar à prova a capacidade dos seus passageiros para tomarem decisões e chegarem a consensos.

Em ano de eleições presidenciais nos EUA - e de muitas divisões entre republicanos e democratas - os 150 passageiros no voo tiveram de chegar a uma decisão por unanimidade, quase tão difícil quanto aquela que terão nas mesas de voto. Surpreendidos num voo doméstico da JetBlue por um representante da companhia, foi-lhes dito que teriam a oportunidade de escolher um qualquer destino nas rotas da JetBlue, e que a companhia pagava a viagem. Com uma condição: as 150 pessoas teriam de concordar com o destino escolhido. Sem unanimidade, ninguém viajava.

O vídeo da "experiência social", diz a JetBlue, foi colocado online e permitiu não só promover o negócio da empresa mas, igualmente, perceber como conseguem os passageiros chegar à resposta final. Depois de várias votações decididas pela maioria, os participantes chegam a duas hipóteses: Costa Rica ou as Ilhas Turcas e Caicos, no Mar do Caribe.

Perante a dúvida, são vários os passageiros que decidem argumentar em favor de um ou de outro destino. A grande maioria parece decidida a aproveitar as praias da Costa Rica e, no momento em que é preciso optar e todos perdem se não houver unanimidade, os passageiros menos convencidos decidem-se pelo "mal menor": constatando que a Costa Rica leva vantagem, preferem a viagem gratuita a ficar em casa.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG