Itália com recorde diário de infeções. Ultrapassa os 10 mil novos casos e regista mais 55 mortes

As autoridades de saúde italiana já registaram mais de 391 mil casos positivos de covid-19 desde o início da pandemia. O número de óbitos ultrapassa os 36 mil.

Itália registou 10 010 contágios de covid-19 nas últimas 24 horas, total nunca alcançado desde o início da pandemia, numa altura em que o Governo e as diferentes províncias italianas continuam a estudar medidas para conter a pandemia.

A deteção das mais de 10 mil infeções em 24 horas também se deve ao número elevado de testes de diagnósticos realizados entre quinta e esta sexta-feira que ultrapassou os 150 000.

No total, desde o início da pandemia em Itália, a 21 de fevereiro, as autoridades sanitárias italianas já detetaram 391 611 infetados com o novo coronavírus.

Segundo os dados oficiais, Itália registou também mais 55 vítimas mortais (83 no dia anterior), o que eleva o total para 36 427 óbitos.

O número de pacientes hospitalizados também aumentou, depois de, nas últimas 24 horas, terem sido internadas mais 434, totalizando 6.816, das quais 638 nas unidades de cuidados intensivos, mais 52 do que na véspera.

As regiões com o maior aumento de contágios foram a Lombardia (norte), epicentro da pandemia desde o primeiro momento, com um total de 2.419 novos casos, e Campânia (sul), com Nápoles, a capital, a registar 1.261.

Com o aumento constante de novos casos, Itália começa a prever novas restrições, embora o Governo continue a garantir que o confinamento total será a última opção, algo que todos os partidos políticos do país estão de acordo.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e noventa e nove mil mortos e quase 39 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Mais Notícias