Israel anuncia ajuda de emergência à Guatemala de 8,5 mil euros

A erupção do vulcão Fogo fez, pelo menos, 25 mortos e 20 feridos

Israel anunciou esta segunda-feira uma ajuda de emergência imediata à Guatemala no valor de cerca de 10.000 dólares (8,5 mil euros) após a erupção do Vulcão de Fogo, que causou, pelo menos, 25 mortos.

A assistência, encaminhada através da embaixada de Israel na Guatemala, inclui medicamentos e alimentos, indicou o Ministério dos Negócios Estrangeiros israelita nas redes sociais.

Pelo menos 25 pessoas morreram e 20 ficaram feridas devido à erupção, no domingo, do vulcão de Fogo, situado a 35 quilómetros a sudoeste da capital.

Segundo as autoridades, 3.100 pessoas das comunidades próximas já foram retiradas das habitações devido à queda das cinzas, que começaram agora a afetar uma área populacional com cerca de 1,7 milhões de pessoas

A erupção é a mais forte dos últimos anos e está a provocar espessas colunas de cinzas que sobem até cerca de 10 mil metros de altura e caem depois num raio alargado, chegando mesmo à Cidade da Guatemala.

De acordo com as autoridades, 3.100 pessoas das comunidades próximas já foram retiradas das habitações devido à queda das cinzas, que começaram agora a afetar uma área populacional com cerca de 1,7 milhões de pessoas.

"Guatemala, Israel está ao teu lado", escreveu o Ministério dos Negócios Estrangeiros israelita na rede social Twitter.

A Guatemala foi um dos raros países a colocar-se ao lado dos Estados Unidos após o anúncio a 6 de dezembro de 2017 pelo Presidente Donald Trump do reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel e da transferência para esta cidade da embaixada norte-americana.

A 16 de maio, dois dias depois dos Estados Unidos, a Guatemala tornou-se o segundo país a transferir para Jerusalém a sua embaixada em Israel.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG