Irão terá tentado o lançamento de um novo satélite

O Irão terá tentado o lançamento de um satélite, o segundo desde o início do ano

De acordo com as imagens de satélite divulgadas pela empresa Digital Globe, do Colorado, o foguete que se encontrava no Centro Espacial Imam Khomeini, na província de Semnan, desapareceu, deixando marcas de queimadura na plataforma onde este se encontrava. O lançamento terá ocorrido na quarta-feira, mas as autoridades iranianas não se pronunciaram sobre o assunto.

A 15 de janeiro, o Irão lançou um satélite, contudo o foguete que o transportava não conseguiu entrar em órbita, afirmaram as autoridades iranianas. O foguete que transportava o satélite Payam não conseguiu atingir a "velocidade necessária" no terceiro estágio do seu lançamento, disse o ministro das Telecomunicações, Mohammad Javad Azari Jahromi, à TV estatal iraniana.

Para além do satélite Payam, Teerão pretendia enviar mais um satélite.

"Doosti (nome do segundo satélite) está à espera de órbita", escreveu, sem especificar, o ministro iraniano, na sua conta da rede social Twitter.

As pretensões espaciais do Irão são criticadas pelos Estados Unidos. O secretário da defesa norte-americano, Mike Pompeo, disse que os planos do Irão em enviar satélites para o espaço desafiam uma resolução do Conselho de Segurança da ONU, que aconselha Teerão a não desenvolver atividades relacionadas com mísseis balísticos capazes de albergar armas nucleares.

O Irão insiste que os lançamentos não violam a resolução. Na última década, o país enviou vários satélites de curta duração e em 2013 lançou um foguete com um macaco para o espaço. Os EUA temem que a mesma tecnologia de lançamento de satélites possa ser usada para desenvolver mísseis de longo alcance capazes de transportar armas nucleares.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG