Índia testa com sucesso míssil com capacidade nuclear e alcance de 5 mil km

A Índia ensaiou hoje com sucesso o seu míssil balístico Agni V, com capacidade nuclear e um alcance de cerca de 5 mil quilómetros, a partir de uma ilha situada no estado oriental de Orissa.

"Felicito a Organização de Desenvolvimento e Investigação de Defesa (DRDO) pelo lançamento bem sucedido do Agni V, que melhora as nossas capacidades estratégicas e de dissuasão", declarou o Presidente indiano, Pranab Mukherjee, através da sua conta na rede social Twitter, citado pela agência espanhola Efe.

O lançamento do míssil nuclear indiano de última geração acontece num contexto do aumento, que se arrasta há meses, das tensões entre a Índia e o Paquistão em Caxemira, a região disputada entre os vizinhos arquirrivais no norte da Índia.

O lançamento aconteceu às 11:05 locais (06:35 em Portugal) e as análises subsequentes mostram que o ensaio foi concluído com sucesso, de acordo com uma fonte oficial em declarações à agência de notícias indiana IANS.

Trata-se do quarto e último lançamento de teste do míssil intercontinental Agni V, de 17 metros de altura e dois de diâmetro, com capacidade para alcançar objetivos em qualquer local na Ásia e em determinados pontos em África e na Europa, detalhou a mesma fonte.

O míssil pode transportar uma cabeça nuclear de mais de uma tonelada e pesa cerca de 560 toneladas.

Os ensaios anteriores do Agni V tiveram lugar em 2012, 2013 e 2015.

A Índia encontra-se a desenvolver outro míssil de longo alcance, o Agni VI, com capacidade para transportar várias ogivas nucleares para efetuar ataques múltiplos.

A índia alimenta desde a sua independência uma corrida armamentista com o vizinho Paquistão, que também possui armas nucleares, mas nos últimos anos concentrou-se em acompanhar o poder dissuasivo da China, país com que mantém igualmente disputas fronteiriças.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG