Ilhas Baleares impõem uso obrigatório de máscara em todos os espaços públicos

Só em praias e piscinas ou na prática de desportos é que não será obrigatório o uso do equipamento de proteção. Surtos em Ibiza e Maiorca ditaram a regra. É a segunda região de Espanha a avançar com a medida, depois da Catalunha.

O governo das Ilhas Baleares vai impor o uso obrigatório de máscaras em todos os espaços públicos e de acesso público, independentemente de a distância da segurança sanitária ser respeitada. As exceções a esta obrigatoriedade serão as praias, as piscinas, os momentos de consumo de comida ou bebidas e a prática de desportos.

Fontes do Ministério da Saúde das Baleares disseram à agência de notícias Efe que a alteração na regulamentação do uso de máscaras será publicada sexta-feira ou sábado no Diário Oficial das Ilhas Baleares, numa resolução que modificará o decreto de nova normalidade.

Como exceções ao uso obrigatório de máscaras em espaços públicos abertos, não será necessário o uso de máscara em praias, piscinas, quando se consumir comida ou bebida, na prática de atividades desportivas e aquáticas, bem como ao tocar instrumentos de sopro.

A decisão do Executivo das Ilhas surge depois de o Serviço de Epidemiologia das Baleares ter informado quarta-feira que existem nove surtos ativos de Covid-19, com 56 novos infetados nas Ilhas Baleares, um em Ibiza e os restantes em Maiorca. No total, existem 134 pessoas infetadas nas ilhas.

As Ilhas Baleares seguem o exemplo da Catalunha, que nesta quinta-feira publica a resolução da Generalitat que estabelece o uso obrigatório de máscaras em espaços públicos ou de uso público, existindo ou não uma distância de segurança.

Nesta região, os agentes da autoridade poderão aplicar multas até cem euros a pessoas acima de seis anos que saem de casa sem máscara, mesmo quando a distância de segurança puder ser mantida, embora as exceções ainda se mantenham em vigor., como é o caso da prática de desportos.

Mais Notícias