Há tantos japoneses com mais de 80 anos como há pessoas em Portugal

Há mais de 10 milhões de pessoas com 80 ou mais anos no país, que enfrenta um grande desafio devido ao envelhecimento da sua população.

O número de cidadãos japoneses com 80 ou mais anos ultrapassou, pela primeira vez, os 10 milhões, o que representa 7,9% da população, segundo dados anuais divulgados pelo Governo nipónico.

O Japão tem atualmente um número recorde de 33,84 milhões de pessoas com mais de 65 anos, 26,7% da população do país, segundo as estatísticas publicadas pelo Ministério do Interior e das Comunicações, a propósito da celebração, hoje, do Dia Nacional dos Idosos.

Do número total de pessoas da terceira idade, 19,21 milhões são mulheres (29,5% da população feminina) e 14,62 são homens (23,7% da população masculina).

A mulher mais velha do Japão é uma residente de Tóquio com 115 anos, nascida em março de 1900, enquanto o homem de idade mais avançada, Yasutaro Koide, é de Nagoya, tem 112 anos e nasceu em março de 1903.

No passado mês de agosto, Yasutaro Koide foi reconhecido como o homem mais velho do mundo pelo Livro Guinness dos Recordes.

O Instituto Nacional de População e Segurança Social do Japão calcula que 36% dos seus cidadãos tenham mais de 65 anos em 2040.

Esta evolução representa um desafio para a terceira economia mundial, e em particular para a sustentabilidade dos serviços de saúde e do sistema de pensões.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG