GNR resgata 14 migrantes iranianos no mar Egeu

O resgate ocorreu durante uma ação de patrulhamento. Sete dos migrantes eram crianças

Militares da Unidade de Controlo Costeiro (UCC) da GNR resgataram hoje 14 migrantes de nacionalidade iraniana, dos quais sete crianças, quatro mulheres e três homens, no Mar Egeu, divulgou num comunicado a Guarda Nacional Republicana.

Os militares portugueses que realizaram o resgate encontram-se destacados na missão da Agência Europeia de Gestão da Cooperação Operacional nas Fronteiras Externas dos Estados-Membros da União Europeia (FRONTEX) na Ilha de Samos, na Grécia.

"O resgate ocorreu durante uma ação de patrulhamento, na qual os militares receberam a comunicação sobre a existência de um grupo de migrantes, num local de difícil acesso, após terem sido transportadas por um meio marítimo até a um local próximo da costa marítima grega", referiu o comunicado.

Segundo a nota, "os migrantes foram reencaminhados para o porto de Pythagoreio (em Samos) a fim de receberem cuidados médicos".

O principal objetivo desta operação da FRONTEX é prevenir, detetar e fazer cessar ilícitos relacionados com a imigração ilegal, o tráfico de seres humanos e o tráfico de droga, contribuindo para a salvaguarda de vidas humanas no mar.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG