François Fillon votou no centro de Paris

Candidato votou rodeado de fortes medidas de segurança

O candidato conservador à Presidência francesa, François Fillon, votou hoje no 7.º bairro de Paris, entre fortes medidas de segurança face a ameaça de um atentado terrorista.

Fillon assumiu-se como um dos alvos de supostos jihadistas, que foram detidos esta semana em Marselha, sob suspeita de planearem um atentado "iminente", pelo que agentes policiais procederam a várias inspeções esta manhã antes da abertura das urnas, no bairro onde se localiza a Torre Eiffel.

Sozinho e de semblante sério, o candidato depositou o seu boletim de voto pelas 11:45 locais (10:45 de Lisboa). Penelope, a mulher de Fillon, votou em Sablé-sur-Sarthe (região de Pays de la Loire), onde o candidato foi autarca.

Quase à mesma hora, Nicolas Sarkozy, ex-Presidente francês e derrotado nas primárias, votou no 16.ºbairro de Paris, acompanhado pela sua mulher Carla Bruni.

Cerca de 47 milhões de eleitores são chamados hoje às urnas para eleger o sucessor de François Hollande perante onze candidatos: Marine Le Pen, Emmanuel Macron, Jean-Luc Melénchon, François Fillon, Benoît Hamon, Nathalie Arthaud, Philippe Poutou, François Asselineau, Nicolas Dupont-Aignan, Jacques Cheminade e Jean Lassalle. Caso nenhum seja eleito hoje, com maioria absoluta, a segunda volta das eleições presidenciais está marcada para 07 de maio.

As mesas de voto abriram às 08:00 (07:00 em Lisboa) e encerram às 20:00 em Paris e nas grandes cidades, fechando uma hora mais cedo nas outras localidades.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG