França dá acesso a arquivos do regime que colaborou com os nazis

Medida entra em vigor esta segunda-feira, dia 28 de dezembro

A França vai permitir o acesso aos arquivos legais e policiais relativos a um dos períodos mais negros da história do país, quando o regime de Vichy colaborou com os ocupantes nazis durante a Segunda Guerra Mundial, anunciaram hoje as autoridades.

A partir de segunda-feira, dia 28 de dezembro, os arquivos, "sujeitos à desclassificação de documentos considerados secretos pela Defesa Nacional", podem ser "livremente consultados" pelos serviços civis, cidadãos e investigadores, lê-se em decreto.

O regime de Vichy, liderado pelo herói da Primeira Grande Guerra Philippe Pétain, colaborou com o exército invasor alemão, desde o primeiro ano da ocupação, em 1940, à libertação, em 1944.

A França tem uma relação dolorosa com esta parte do seu passado, quando o governo ajudou o regime nazi a deportar 76 mil judeus do seu território durante a guerra.

Os arquivos incluem documentos dos ministérios da Justiça, do Interior e dos Negócios Estrangeiros, assim como do governo provisório após a libertação.

Os documentos com data a partir de 31 de dezembro de 1960 também são abrangidos pela nova regra, desde que os arquivos sejam relativos a matérias que tenham ocorrido de setembro de 1939 a maio de 1945, do início ao final da Segunda Guerra Mundial, na Europa.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG