Fotógrafo baleado por engano não quer que o polícia perca o emprego

Homem afirma que não foi dado nenhum aviso e o incidente está agora a ser investigado

Um fotógrafo do jornal New Carlisle News foi baleado na noite de segunda-feira por um polícia que confundiu o seu material fotográfico com uma arma.

Andy Grimm saiu do escritório para fotografar relâmpagos, no estado do Ohio, EUA, onde estava a decorrer uma operação stop. Então decidiu parar para fotografar o trânsito. Quando o fotógrafo se preparava para montar o tripé e a sua câmara foi baleado, na parte lateral do corpo, de acordo com o New Carlisle News.

"Eu saí para fotografar, vi uma operação stop e pensei 'hey fixe, vou tirar algumas fotografias aqui'. Eu virei-me na direção dos carros e de repente 'pop pop'", contou Andy Grimm, que foi levado para o Hospital de Miami Valley para cirurgia.

O agente Jake Shaw que disparou disse que confundiu o material fotográfico com uma arma.

O fotógrafo mostrou-se muito preocupado com o facto de o polícia vir a perder o seu emprego depois do incidente. "Eu conheço Jake. Gosto do Jake. Não quero que ele perca o emprego por causa disto", disse.

O fotógrafo afirma que não foi dado nenhum aviso e o incidente está agora a ser investigado pelo procurador-geral do escritório de investigação criminal de Ohio.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG