Filho de ex-primeiro-ministro grego eleito líder da Nova Democracia

Kyriakos Mitsotakis, filho de Constantinos Mitsotakis, eleito à 2.ª volta para chefiar a Nova Democracia, o principal partido da oposição ao governo do primeiro-ministro Alexis Tsipras.

"Unidos seguimos em frente para criar o rejuvenescimento e a expansão [do partido], para que a Nova Democracia se torne um grande partido de centro-direita capaz de oferecer uma alternativa de governo para este país", declarou Kyriakos Mitsotakis, no domingo à noite, após ser eleito líder do partido.

Mitsotakis, um ex-banqueiro de 47 anos, disputou a segunda volta da eleição interna com Vangelis Meimarakis, líder do partido após a demissão de Antonis Samaras, em 2015. Venceu por 51%. Crítico dos sindicatos e do excesso de despesa do Estado grego, Mitsotakis classificou o atual primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras, como "mentiroso".

Eleito após a vitória do Syriza nas eleições de setembro do ano passado (depois de já ter vencido as de janeiro), Tsipras governa coligado com os nacionalistas de direita Gregos Independentes e, apesar de ter prometido o contrário, aceitou um terceiro resgate para a Grécia (da Comissão Europeia, Fundo Monetário Internacional e Banco Central Europeu).

Como sempre foi tradição na Grécia - uma tradição com que Tsipras veio romper - Mitsotakis vem de uma importante família política. O seu pai, Constantinos Mitsotakis, foi primeiro-ministro do país entre 1990 e 1993 e a irmã, Dora Bakoyannis, foi ministra dos Negócios Estrangeiros entre 2006 e 2009.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG