FBI deteve homem por ameaças a centros e escolas judaicas

Suspeito de 31 anos é acusado de ter feito oito ameaças de bomba nas últimas semanas

O FBI, a polícia federal dos Estados Unidos, deteve hoje um homem em Saint Louis, no Missouri, suspeito de ameaças de bomba a centros comunitários e escolas judaicas em vários pontos do país.

Juan Thompson, 31 anos, é suspeito da autoria de pelo menos oito de cerca de 100 ameaças feitas nas últimas semanas, que suscitaram receios de um aumento do antissemitismo, segundo o Departamento de Justiça.

A polícia federal adiantou que Thompson fez as ameaças num contexto de perseguição a uma ex-namorada, que identificava como autora das ameaças.

"Hoje acusámos Juan Thompson de alegada perseguição a um anterior interesse romântico através, entre outras ações, ameaças de bomba em seu nome a centros comunitários judeus", afirmou o procurador Preet Bharara num comunicado.

"Ameaças de violência que visem pessoas ou locais com base na religião ou na raça -- seja qual for o motivo, são inaceitáveis, pouco americanas e criminosas", acrescentou.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG