Familiares de vítimas da Germanwings indignam-se com pais do copiloto

Os pais de Lubitz, que fez despenhar o avião A320 matando 149 pessoas, colocaram anúncio no jornal proclamando amor pelo filho, sem referir acidente

Familiares das vítimas da queda do avião A320 da Germanwings expressaram indignação no diário alemão Bild de hoje, após a publicação pelos pais do copiloto Andreas Lubitz, que causou intencionalmente o desastre, de um anúncio em sua memória.

Os pais de Lubitz divulgaram num jornal da sua região do oeste da Alemanha agradecimentos dirigidos à sua cidade, Montabour, ao seu pastor e aos seus vizinhos, proclamando o seu amor pelo filho morto e os seus "medo e incompreensão", sem evocarem diretamente o drama nem as 149 vítimas da queda do avião.

"No anúncio de agradecimento da família Lubitz, o seu filho é descrito como uma pessoa de valor. Não conseguimos encontrar palavras suficientes para expressar a nossa indignação", reagiram os pais de uma vítima de 24 anos, citados no Bild.

"Posso compreender o desgosto dos pais que perderam o seu filho. Mas publicar este anúncio sem mencionar as 149 pessoas que este homem assassinou, não tenho palavras", comentou outro pai de uma vítima.

A 24 de março de 2015, Andreas Lubitz, que tinha graves problemas psicológicos, precipitou um avião A320 contra os Alpes franceses, matando todas as pessoas a bordo.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG