Ex-mayor de Londres suspenso por dar má reputação ao partido

Ken Livingstone afirmou que Hitler apoiou o sionismo

O Partido Trabalhista inglês suspendeu hoje o antigo autarca de Londres Ken Livingstone, depois de ter afirmado que Hitler apoiou o sionismo, na sequência de um debate acalorado sobre antissemitismo que está a dividir aquele partido da oposição.

"Ken Livingstone foi suspenso pelo Partido Trabalhista, e vai realizar-se uma investigação por trazer má reputação ao partido", afirmou um porta-voz do partido.

Em declarações à rádio BBC, Livingstone afirmou: "Quando Hitler ganhou as eleições em 1932, a sua política, na altura, era que os judeus deveriam ser enviados para Israel. Ele defendia o sionismo antes de enlouquecer e acabou por matar seis milhões de judeus".

O antigo 'mayor' londrino defendia, assim, Naz Shah, que foi suspensa pelo partido na quarta-feira por ter partilhado publicações alegadamente antissemitas nas redes sociais. A deputada pediu, entretanto, desculpa num texto publicado no The Huffington Post e no Jewish News.

"Estou no Partido Trabalhista há 40 anos e nunca ouvi ninguém dizer nada antissemita. Ouvi muito criticismo ao Estado de Israel e aos seus abusos sobre os palestinianos, mas nunca ouvi ninguém ser antissemita", acrescentou.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG