Eurodeputado polaco de extrema-direita punido por declaração racista

Janusz Korwin-Mikke, de 73 anos, terá de pagar uma multa de 3060 euros

Um deputado polaco de extrema-direita foi punido hoje pelo Parlamento Europeu por ter declarado o mês passado que a chegada em massa de migrantes à Europa foi comparável a um "derrame de excrementos".

Janusz Korwin-Mikke, de 73 anos, terá de pagar uma multa de 3.060 euros e ficará suspenso da atividade parlamentar durante cinco dias em setembro, anunciou no hemiciclo o presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz.

"Decidi impor uma punição a este deputado pela sua declaração inaceitável relativa a migrantes africanos" no passado dia 7 de junho, precisou.

Naquele dia, durante um debate numa sessão plenária dedicada à crise migratória, Korwin-Mikke declarou que a Europa estava "inundada pelo derrame de excrementos africanos", pedindo para se "parar de dar subsídios" aos migrantes para "os forçar a trabalhar".

Não foi a primeira vez que o deputado fez declarações racistas. Em julho de 2014, tinha suscitada a indignação comparando os jovens desempregados a "negros", enquanto em outubro de 2015 fez a saudação nazi no hemiciclo.

Mais Notícias