Estados Unidos executaram esta sexta-feira homicida de criança de 10 anos

Culpado de crime cometido a 12 de outubro de 1999 foi esta sexta-feira executado através de uma injeção letal

O homicida de uma criança de 10 anos nos EUA, crime cometido há mais de duas décadas, foi esta sexta-feira executado através de uma injeção letal, tornando-se no quinto preso a ser executado este ano e o segundo esta semana.

De acordo com a AP, a execução prosseguiu depois de um tribunal ter rejeitado uma outra decisão judicial que obrigava o Governo dos Estados Unidos a obter uma receita médica para a utilização de pentobarbital, barbitúrico frequentemente usado nos casos de suicídio.

A possibilidade de haver dor antes da morte tinha sido uma das principais questões levantadas no apelo de Keith Nelson, de 45 anos, o segundo detido a ser executado esta semana no seguimento da retoma das execuções pelo Governo de Donald Trump este verão, depois de um hiato de 17 anos.

Keith Nelson foi condenado por ter raptado uma menina de 10 anos em plena luz do dia em 12 de outubro de 1999, na cidade de Kansas, quando a criança voltava a casa depois de comprar bolachas, e de a ter violado e estrangulado.

Mais Notícias