Estado de emergência. Vulcão entra em erupção e obriga à evacuação da ilha de Ambae

O governo de Vanuatu ordenou, pela segunda vez, a retirada dos cerca de 11 mil habitantes da ilha de Ambae após o vulcão Manaro Voui ter entrado novamente em erupção

Os milhares de habitantes de Ambae enfrentam novamente um estado de emergência. O governo de Vanuatu ordenou a evacuação da ilha após nova erupção do vulcão Manaro Voui. Já em setembro, as autoridades tinha anunciado a retirada obrigatória dos cerca de 11 mil habitantes desta ilha do pacífico.

Nos últimos dias, a quantidade de cinzas expelidas pelo vulcão foi tão grande que a visibilidade em algumas partes da ilha tornou-se quase nula. A paisagem ficou coberta por um manto de cinza levando as autoridades a retirar alguns dos habitantes na terça-feira, de acordo com a Cruz Vermelha de Vanuatu.

"Nós tentámos viajar para o sul, mas temos que voltar atrás, porque as árvores estão a cair, a visibilidade é muito pobre. Não conseguimos ver mais de 2 metros à nossa frente. A situação está a piorar agora no sul, as pessoas estão a sair das suas casas para centros de evacuação no Oriente", relatou, Augustin Garae, o responsável pelas operações da Cruz Vermelha de Vanuatu.

A população de Ambae está agora a ser transferida para as ilhas vizinhas. De acordo com a Rádio Nova Zelândia (RNZ), o governo de Vanuatu estabeleceu um período de dois meses, que começou esta sexta-feira, para a retirada da maioria dos habitantes da ilha.

Ralph Regenvanu, ministro das Relações Exteriores de Vanuatu, explicou na noite de quinta-feira, através do Twitter, que o "governo voltou a impor o estado de emergência e ordenou a evacuação compulsiva de toda a população de Ambae".

O governante tem usado a rede social para dar a conhecer o desenvolvimento da situação e numa das publicações Regenvanunu revela a imagem de satélite, divulgada pela Administração Nacional Oceânica e Atmosférica, que mostra a mais recente erupção do vulcão Manaro Voui.

As erupções começaram em setembro, quando foi ordenada a primeira evacuação, e nos últimos dias a atividade do vulcão aumentou levando as autoridades a retirar os habitantes Ambae, uma das 83 ilhas do arquipélago de Vanuatu, de origem vulcânica.

A República de Vanuatu está situada na área denominada "Anel de Fogo do Pacífico", uma das zonas com maior atividade sísmica e vulcânica do mundo.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG