Entrevista de Donald Trump à Fox News aquece quando jornalista prova ser falsa acusação a Biden

Os ânimos aqueceram quando Chris Wallace, jornalista da Fox News, contrariou a acusação de Trump a Biden de que este apoiava o movimento para reduzir o orçamento das forças policias. Desafiado a provar as acusações, o presidente norte-americano perdeu a calma. E o resto pode ser visto na entrevista emitida integralmente este domingo.

Num excerto da entrevista de Donald Trump a Chris Wallace divulgado ontem, sexta-feira, o presidente diz que o seu provável opositor nas eleições de novembro apoiava o movimento para reduzir o orçamento das forças policiais [defund the police, um conceito que defende a retirada de fundos às forças policiais e a alocação dos mesmos a organizações e serviços de apoio comunitário aos mais desfavorecidos e marginalizados e que é uma reação à brutalidade policial].

Ao ser desmentido, pede a um assessor uma cópia do acordo entre Joe Biden e Bernie Sanders, o senador candidato pelos democratas que renunciou a favor de Biden em abril. O documento, conta o The Guardian, não viria a corroborar as suas acusações.

O excerto não mostra o ponto alto da discussão, mas Wallace contou ao jornal inglês que a temperatura aqueceu bastante no pátio da Sala Oval, onde decorreu aquela que foi a sua primeira entrevista com o presidente norte-americano em mais de um ano.

"Falámos de tudo. Falámos sobre covid-19 e a explosão de casos no país, da questão das máscaras, da questão dos testes. Também falámos sobre política, sondagens, temos uma nova sondagem da Fox News, que discutimos com o presidente, que o mostra a perder. Mas parece absolutamente convencido de que vai vencer Joe Biden em novembro. Falámos ainda do livro polémico que a sobrinha, Mary Trump, escreveu sobre ele", conta o jornalista ao The Guardian.

Mas foi ao falar sobre o aumento da violência e tiroteios em muitas cidades norte-americanas e à razão por que isso estará a acontecer que as coisas azedaram, com Donald Trump a atribuir o agravamento da violência aos governos democráticos e a acusar, falsamente, como provaria o jornalista, Joe Biden. " Na verdade é porque querem reduzir o orçamento das forças policiais [defund the police] e Biden quer reduzir o orçamento das forças policiais."

"Não, não quer", contrariou Wallace. A discussão entre os dois estala e Trump acaba por ordenar a um assessor o documento que provaria as suas acusações. Só que não provou. Os desenvolvimentos podem ser vistos na entrevista de domingo de Chris Wallace na Fox News e prometem ser esclarecedores.

Esta é uma acusação que Trump tem vindo a repetir e repetir, inclusive nos seus tweets diários: "O Corrupto Joe Biden quer reduzir o orçamento da nossa polícia [defund our police]. Pode usar palavras diferentes, mas se olharmos para o seu pacto com o Maluco Bernie [Crazy Bernie], e outras coisas, é isso que ele quer fazer. Isso destruiria a América!".

A tentativa de apresentar Biden como um ultra-liberal não parece estar a resultar. De acordo com o The Guardian, as sondagens mostram que os eleitores veem o democrata como mais moderado que o presidente.

Até novembro, discussões e polémicas não faltarão à política norte-americana.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG