Engenheiro de ponte que caiu alertou para fissura dois dias antes

Deixou uma mensagem de voz com o alerta no telefone fixo de um funcionário, que não a ouviu em tempo útil

Um engenheiro da empresa que desenhou a ponte pedonal que colapsou na quinta-feira sobre uma autoestrada provocando seis mortos, em Miami, nos Estados Unidos da América, alertou dois dias antes para uma fissura na estrutura.

O Departamento de Transportes da Florida informou que W. Denney Pate, da empresa FIGG e engenheiro principal do projeto, deixou na terça-feira uma mensagem de voz com o alerta no telefone fixo de um funcionário daquela agência estatal, que estava ausente, pelo que só a ouviu depois.

Na mensagem, divulgada na sexta-feira, o engenheiro fez saber da existência da fissura no extremo norte da ponte, adiantando que "numa perspetiva de segurança" não constataram nenhum problema, pelo que não estavam preocupados.

"Obviamente a fissura não é [uma situação] boa e algo tem de ser feito, você sabe, para a reparar", adiantou o engenheiro na mensagem de voz.

Para o Departamento de Transportes da Florida, a responsabilidade para "identificar e abordar" questões relacionadas com riscos para a vida e a sua correspondente comunicação é "exclusiva" da equipa que desenhou a ponte.

Seis pessoas morreram e dez foram hospitalizadas na sequência da queda da ponte que estava a ser construída para garantir maior segurança na via.

A ponte pedonal tinha por objetivo ligar os edifícios de apartamentos de estudantes de Sweetwater, onde vivem cerca de 4.000 alunos, com o campus principal da Universidade Internacional da Florida.

A estrutura começou a ser construída na primavera de 2017 e a sua conclusão estava prevista para o início de 2019, noticia a agência EFE.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG