Em Miami, prepara-se um "evento alternativo" às exéquias em Cuba

Centenas de dissidentes cubanos na Florida festejaram este sábado a morte do ditador cubano

A cidade norte-americana de Miami, na Florida, vai ser cenário de um evento "alternativo", na próxima quarta-feira, às exéquias de Fidel Castro, em Cuba.

"O que se está a planear é que Miami seja uma alternativa às exéquias em Cuba, havendo uma cerimónia na terça-feira em Havana e outra, na quinta-feira em Santiago de Cuba, planeamos em Miami fazer uma grande evento na rua Oito, na quarta-feira", disse o presidente da Câmara de Miami, Tomás Regalado.

Na opinião do autarca, de origem cubana, é importante a realização desta iniciativa em Miami, porque enviará uma "mensagem muito clara" ao povo de Cuba e ao mundo de "liberdade".

"Cuba necessita liberdade, que é a palavra que ainda não alcançou, mas é importante que se repita para que ressoe na ilha. Essa é a única meta e opção", asseverou à agência noticiosa Efe.

O evento realiza-se na movimentada rua 08 até à avenida 13, onde se encontra um memorial aos Caídos em Combate na Baía dos Porcos.

Este Memorial refere-se à tentativa frustrada de invadir o sul de Cuba empreendida em abril de 1961 por um grupo paramilitar, constituído por exilados cubanos anticastristas

O autarca destacou que o povo irá à iniciativa "voluntária e apaixonadamente" e não como nos atos fúnebres em Cuba em que irá "à força".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG