E já há quatro candidatos. Lisa Nandy é candidata a líder dos Trabalhistas

A deputada de 40 anos, eleita por Wigan, é a quarta candidata confirmada a entrar na corrida pela sucessão de Jeremy Corbyn no Labour.

A deputada Lisa Nandy anunciou que será candidata nas eleições do Partido Trabalhista para substituir Jeremy Corbyn como líder. Numa carta publicada pelo Wigan Post, Nandy disse que pretende "devolver o Partido Trabalhista" aos eleitores que abandonaram o partido nos últimos tempos e que eram habitualmente parte das suas fileiras, isto é a classe trabalhadora e média.

A parlamentar de 40 anos, eleita por Wigan, é a quarta candidata a declarar oficialmente que está na corrida eleitoral, ao lado de Jess Phillips, Emily Thornberry e Clive Lewis. Além destes também Keir Starmer e Rebecca Long-Bailey (próxima de Corbyn) estão a ponderar se avançam para a disputa pela liderança.

"Estou determinada a derrotar Boris Johnson, a fim de liderar um governo solidário, radical e dinâmico que acredito firmemente que os cidadãos desejam e merecem", refere a deputada.

Nandy representa o bastião trabalhista de Wigan desde que entrou no Parlamento após as eleições gerais de 2010. Foi secretária de energia sombra durante o primeiro ano da liderança de Corbyn, mas esteve entre um grupo de ministros sombra que deixaram os cargos em 2016, após o referendo do Brexit.

Pede ao partido que se concentre em obter apoio em cidades menores, e sugeriu mesmo que mude a sede para fora de Londres.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG