Dois polícias feridos com faca em Jerusalém

Um dos polícias, uma mulher com cerca de 20 anos, estava em estado muito grave

Dois polícias israelitas ficaram hoje feridos depois de serem apunhalados por um palestiniano, junto a um dos acessos à cidade velha de Jerusalém, informou a polícia. O agressor foi baleado, mas a polícia não revelou qual o seu estado de saúde.

De acordo com a porta-voz da polícia, Luba Samri, o agressor seguiu os dois agentes desde a Porta de Damasco até à Porta de Herodes, acesso ao bairro muçulmano da cidadela, onde lhes desferiu vários golpes com uma arma branca. "Os agentes foram levados em situação grave a muito grave e o agressor foi neutralizado", indicou a porta-voz.

Os primeiros pormenores sobre a identidade do agressor indicam que se trata de um palestiniano na casa dos 20 anos, do bairro Ras al Amud, em Jerusalém Oriental.

O serviço de emergência da Estrela de David Vermelha (equivalente à Cruz Vermelha) informou que os israelitas foram transferidos para dois hospitais em Jerusalém - um deles, uma mulher com cerca de 20 anos, estava em estado muito grave.

O incidente aconteceu depois de um fim de semana de casos semelhantes na Cisjordânia.

Após semanas de relativa calma, estes incidentes juntam-se à onda de violência na região iniciada em outubro do ano passado e que já causou a morte de 230 palestinianos - a maioria agressores ou alegados atacantes de israelitas - e de um jordano. Entre os israelitas registaram-se 36 mortos, além de três estrangeiros.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG