Cuba inicia retirada de turistas perante ameaça do furacão Irma

Furacão deve começar a sentir-se na ilha já na sexta-feira

Cuba iniciou a retirada de mais de 36 mil turistas estrangeiros atualmente de férias na costa norte oriental e central, a mais ameaçada pelo furacão Irma, que se deve começar a sentir na ilha na sexta-feira.

No total, mais de 51 mil turistas estrangeiros encontram-se na ilha caribenha no momento, de acordo com os dados avançados numa reunião do Conselho de Defesa da Região Estratégica do Exército Oriental de Cuba, em que participou o ministro do Turismo cubano, Manuel Marrero, que explicou o plano de evacuação.

O Canadá, o maior emissor de visitantes para Cuba, está a apoiar, a partir desta manhã, o regresso dos seus turistas, que são 60% dos viajantes hospedados em hotéis nas zonas norte oriental e central da ilha, noticiou a imprensa oficial.

O furacão Irma regista ventos sustentáveis de 295 quilómetros por hora e mantém-se como um ciclone de categoria 5, a máxima na escala Saffir-Simpson.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG