Correu 9.964 quilómetros. Desistiu quando faltavam 36 para o fim

Samir tinha estabelecido o objetivo de correr dez mil quilómetros em 100 dias

O ultramaratonista Samir Singh estabeleceu um objetivo: correr dez mil quilómetros em 100 dias, sob o calor de Mumbai, na Índia. No domingo, o atleta foi vencido pela exaustão e colapsou quando faltavam apenas 36 quilómetros do objetivo.

O corredor, que já pesava apenas 40 quilos, completava os últimos quilómetros do objetivo quando caiu inanimado devido a uma febre viral e uma infeção gastrointestinal. Ainda assim, chegou aos 9.964 quilómetros em 100 dias.

Samir, apelidado de "Corredor da Fé", iniciou o desafio a 29 de abril e passou os últimos três meses a correr entre as favelas e o distrito comercial de Mumbai, usando roupas e equipamentos doados e sobrevivendo com 2,55 euros por dia.

O ultramaratonista de 44 anos estava desempregado e havia sobrevivido nos últimos nove meses com recurso a doações. Ao realizar o desafio, Samir captou a atenção de documentaristas e ganhou muitos fãs, que o acompanharam durante vários quilómetros de corrida.

"A jornada de correr 100 quilómetros por dia é muito desafiadora mas eu quero mostrar o limite da resistência do espírito humano", disse o corredor citado pela Sky News, antes de iniciar a sua corrida final.

Samir está feliz por tantas pessoas investirem na sua história e já planeia o regresso à estrada, após a recuperação, mas desta vez será para correr 40 mil quilómetros.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG