NATO pede "resposta mundial" após lançamento de novo míssil

O míssil lançado ontem pela Coreia do Norte sobrevoou o Japão às 07:00 de sexta-feira (hora em Tóquio, 23:00 em Lisboa), mas não provocou danos

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, pediu esta sexta-feira "uma resposta mundial" contra a Coreia do Norte na sequência do novo disparo de um míssil balístico que qualificou de "imprudente violação das resoluções da ONU".

"O disparo do míssil da Coreia do Norte é uma nova violação das resoluções das Nações Unidas" que impedem a Coreia do Norte de aperfeiçoar armamento, escreveu Stoltenberg numa mensagem difundida pela rede social Twitter.

O secretário-geral da Aliança Atlântica acrescenta que se trata de uma a "grande ameaça à paz e à segurança internacional que exige uma resposta mundial".

A Coreia do Norte lançou ontem um míssil que sobrevoou o norte do Japão, anunciou o governo de Tóquio logo após o disparo, que não provocou danos, tendo sido detetado.

O míssil sobrevoou a ilha de Hokkaido às 07:00 de sexta-feira (hora em Tóquio, 23:00 em Lisboa), indicaram as autoridades japonesas acrescentando que o sistema de aviso J-Alert foi acionado em várias regiões do norte do arquipélago.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG