Brasil: confrontos entre presos fazem 10 mortos

O conflito teve início depois de um grupo de detidos ter conseguido serrar as grades das celas e atacado outros presos rivais

Dez reclusos morreram na sequência de confrontos entre presos na manhã de hoje dentro da cadeia pública de Itapajé, no estado brasileiro do Ceará, segundo as autoridades locais.

O conflito na prisão aconteceu dois dias depois de catorze pessoas morrerem numa chacina causada por conflitos entre grupos criminosos rivais em Fortaleza, capital do Ceará.

Segundo o jornal Diário do Nordeste, os tumultos de hoje começaram por volta das 8:30 (10:30) quando um grupo de presos conseguiu serrar as grades das celas e atacou outros presos, supostamente membros de um gangue rival.

A Secretaria da Justiça e Cidadania do estado confirmou que 10 pessoas morreram nos confrontos, acrescentando, num comunicado, que "os internos [presos] iniciaram uma briga entre grupos rivais que resultou nas mortes".

Polícias do município e agentes penitenciários do Grupo de Operações Regionais intervieram e conseguiram controlar a cadeia, acrescenta o documento.

Além dos mortos na cadeia de Itapajé, outros dez presos fugiram na madrugada de hoje da Cadeia Pública de Senador Pompeu, que também fica no estado brasileiro do Ceará.

Segundo informações da polícia local, estes presos fizeram um buraco na cela que dava acesso à área externa e fugiram. Até ao momento nenhum deles foi recapturado.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG