Cinco feridos em ataque com machete na casa de um rabino de Nova Iorque

Ataque ocorreu durante a sétima noite da festa judaica do Hanukkah.

Um ataque com uma machete numa residência de um rabino em Monsey, estado de Nova Iorque, fez cinco feridos, segundo uma associação judaica.

O incidente aconteceu pouco antes das 22:00 de sábado (03:00 de hoje em Lisboa) numa localidade que fica a cerca de 50 km da cidade de Nova Iorque e onde existe uma grande comunidade de judeus ultraortodoxos.

O Conselho de Assuntos Públicos Judaicos Ortodoxos (OJPAC, na sigla em inglês) publicou na rede social Twitter que foi alertado para um ataque com recurso a uma arma branca e que as cinco pessoas, todas judias, foram transportadas para hospitais locais.

Em duas das publicações, o OJPAC indicou que uma das vítimas foi "esfaqueada pelo menos seis vezes", que duas delas se encontram em estado crítico e que o suspeito do crime tinha a cara coberta por um lenço e fugiu do local num carro.

Foi contudo detido horas mais tarde pela polícia, no Harlem, em Manhattan, não sendo claro o seu motivo.

Segundo testemunhas, estavam dezenas de pessoas na casa do rabino. "Estava a rezar pela minha vida. Ele começou a atacar as pessoas logo que entrou pela porta. Não tivémos tempo para reagir", disse ao The New York Times um dos cofundadores da OJPAC na região, Yossi Gestetner, que era um dos convidados. A arma "era do tamanho de uma vassora", explicou, dizendo que depois de sair da casa o atacante ainda tentou entrar na sinagoga ao lado, mas as pessoas que tinham ouvido os gritos trancaram a porta.

O ataque em Monsey ocorre na sequência de ataques aparentemente antissemitas reportados em todo o estado de Nova Iorque durante a festa judaica do Hanukkah. Sábado foi a sétima noite do Hanukkah.

Só na cidade de Nova Iorque, a polícia recebeu pelo menos seis denúncias esta semana -- e oito desde 13 de dezembro --- de ataques possivelmente provocados por sentimentos antijudaicos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG