Cinco acusados de tentarem roubar informação de gigante farmacêutico

Os cinco suspeitos tentaram roubar segredos da GlaxoSmithKline, nomeadamente sobre produtos para tratar cancro e outras doenças graves

Um juiz norte-americano acusou cinco pessoas na quarta-feira de tentarem roubar segredos comerciais do grupo farmacêutico britânico GlaxoSmithKline (GSK).

Dois dos cinco acusados trabalhavam para o centro de pesquisas da GSK em Upper Merion, na Pennsylvânia.

A acusação refere que os cinco suspeitos tentaram roubar segredos da empresa em biofármacos, sobretudo em produtos para tratar o cancro e outras doenças graves.

Três dos suspeitos, identificados como Yu Xue, Tao Li e Yan Mei, criaram uma empresa na China chamada Renopharma, numa tentativa para venderem a informação roubada, segundo a acusação.

Caso sejam considerados culpados, os cinco enfrentam penas de prisão e multas e terão de pagar uma indemnização à empresa.

A investigação foi conduzida pelo FBI.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG