Choose Love. A loja de onde sai de mãos a abanar, mas feliz

Os artigos à venda incluem mantas de emergência, equipamento médico, comida e mochilas para a escola para refugiados em vários pontos do globo

E se este natal oferecesse uma manta, umas meias ou um casaco a uma refugiado. É isso que propõe a organização Help Refugees ("Ajuda Refugiados"), que criou a primeira loja onde é possível comprar produtos para dar como presente a estas pessoas. A loja, no bairro do Soho, em Londres, Inglaterra, é também um espaço onde as pessoas podem aprender mais sobre os refugiados.

Os artigos na loja "pop-up" (temporária) representam as três fases na experiência de um refugiado: a chegada, a procura por um abrigo e a construção de um futuro. Cada um terá histórias curtas sobre como e porquê foram escolhidos para a loja. Mantas de emergência, equipamento médico, mochilas para a escola e comida são alguns dos artigos que se encontram à venda. Uma pessoa poderá gastar desde 4.99£ (o que equivale a cerca de 5.57 euros) a 499£ (557 euros, aproximadamente).

"Em vez de velas e meias inovadoras, o que aconteceria se uma loja vendesse itens básicos que pudessem fazer a verdadeira diferença na vida de uma pessoa?" é a pergunta que se coloca no site da loja. O conceito e o design foram desenvolvidos pela Glimpse, um coletivo de criadores. "Queremos que a solidariedade se torne parte da experiência de ir às compras no Natal como o pai natal secreto", explica James Turner.

A loja estará aberta até dia 24 de dezembro, véspera de Natal e a organização - fundada em 2015 - distribuirá os presentes na linha da frente da crise dos refugiados.

A Help Refugees apoia mais de 80 projetos e já ajudou cerca de 600 mil pessoas num total de 10 países.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG