Carrinha abalroou táxi, polícia diz não ter indícios de terrorismo

Uma carrinha abalroou hoje um táxi no centro de Estocolmo, um incidente que a polícia não está a tratar como ato terrorista, continuando a procurar o condutor, que fugiu.

O taxista ficou ferido, disse o porta-voz da Polícia, Anders Bryngelsson, acrescentando que vários agentes, ajudados por um helicóptero, estão a procurar o condutor da carrinha.

"Estamos a investigar este caso como uma tentativa de assassinato porque o condutor da carrinha pode ter tido essa intenção", disse Anders Bryngelsson, escusando-se a descrever o suspeito.

Outro porta-voz da Polícia sueca, Kjell Lindgren, disse que "nada indica tratar-se de um incidente terrorista".

A carrinha pertence a uma empresa de correio, a Tjuvgods.se, fundada para ajudar antigos condenados e dependentes de drogas a voltarem ao mercado de trabalho.

Curre Cederstrom, falando em nome da empresa, disse que a carrinha desapareceu hoje de manhã.

No início de abril, um condutor de um camião roubado matou cinco pessoas e feriu 14 outras que andavam na rua, no centro de Estocolmo.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG