Cadela desaparecida durante nove anos reencontra-se com a dona

A história passou-se esta semana nos Estados Unidos e foi graças ao microchip e a várias organizações de defesa dos animais que teve um final feliz.

Chama-se Lucy e é uma toy terrier. O que andou a fazer durante os nove anos em que esteve desaparecida não se sabe muito bem, mas não terá andado muito longe, porque apareceu na mesma cidade de onde, em 2011, com um ano de idade, se evaporou.

Alexis Regula, a dona, estava com ela no quintal das traseiras de sua casa, em Clarksville, Tennessee, quando, sem saber muito bem como, a perdeu de vista. Procurou-a por todo o lado, pôs anúncios nas redes sociais, vasculhou todos os abrigos para cães da cidade e nada.

Quando se mudou para a Pensilvânia, pouco tempo depois, já tinha perdido as esperanças, e nem queria acreditar quando a sua mãe, o contacto alternativo de emergência que constava do microchip de Lucy, lhe disse que a cadela que tinha perdido há nove anos tinha aparecido num bairro de Clarsksville e com a ajuda de várias organizações de defesa dos animais, lhe seria devolvida em breve.

O reencontro aconteceu na quinta-feira, em York, na Pensilvânia, onde "Lucy in the sky with diamonds", como foi carinhosamente apelidada pelos tripulantes do avião da Pilots N Paws, que a trouxe do Tennessee, aterrou nos braços de Alexis Regula, a dona que não via há nove anos.

"Oh , meu Deus, é fantástico tê-la de volta e vê-la novamente. Não mudou quase nada", disse Regula ao ClarksvilleNow. "Ainda estou completamente em choque com tudo isto. É inacreditável", comentou ao York Dispatch, acrescentando que Lucy depressa se ambientou, como se aquele intervalo de nove anos não tivesse acontecido. "Depois de lhe dar banho, começou logo a correr por todo o lado e a brincar com os brinquedos e os miúdos e o nosso outro cão. A cauda a abanar a mil à hora, exatamente como a recordava", disse.

Final feliz.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG