Bombista suicida será responsável pelo ataque em São Petersburgo

Apenas após realizados todos os testes de ADN as autoridades poderão ter a certeza

O ataque realizado esta segunda-feira em São Petersburgo, Rússia, pode ter sido efetuado por um bombista suicida com ligações a grupos radicais islâmicos banidos do país, diz a Reuters, citando fonte policial que falou com a Interfax.

A mesma fonte acrescentou que restos mortais encontrados na cena do ataque sugerem que um bombista suicida terá sido responsável. Conclusões finais apenas serão tiradas após testes de ADN serem efetuados.

Os últimos dados apontam para que o ataque em São Petersburgo tenha feito 11 mortos e cerca de 40 feridos.

O primeiro-ministro Medvedev diz que o ataque foi "terrorista".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG