Confissão de 25 minutos. Bombista de Austin gravou vídeo no telemóvel

Mark Anthony Conditt, suspeito da autoria de cinco pacotes armadilhados, deixou vídeo de 25 minutos antes da explosão que acabou com a sua vida

"Eu classificaria isto como uma confissão", disse o comandante interino da polícia de Austin, Brian Manley, sobre o filme de 25 minutos que Mark Anthony Conditt, de 23 anos, realizou horas antes de ter morrido.

"Não menciona nada sobre terrorismo nem sobre ódio", revelou Manley. "Em vez disso é o clamor de um jovem muito perturbado a falar sobre desafios da sua vida pessoal que o levaram a este ponto."

A polícia suspeita que o jovem de Pflugerville, no norte de Austin, é o responsável pelas cinco explosões que mataram duas pessoas e feriram quatro pessoas através de pacotes armadilhados durante 19 dias.

Na quarta-feira, perante a aproximação da polícia, Conditt parou o carro em que seguia e deflagrou um explosivo que terminou com a sua vida. Horas depois, na casa que partilhava com outras duas pessoas, a polícia descobriu mais explosivos artesanais.

As autoridades creem que Conditt produziu todas as bombas detonadas e que, provavelmente, terá agido sozinho. No entanto, ainda estão a investigar sobre se terá recebido ajuda de alguém.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG