Bolsonaro passa a noite no hospital após queda. Já teve alta

O presidente do Brasil deu entrada no Hospital das Forças Armadas (HFA) em Brasília na segunda-feira à noite, após sofrer uma queda na casa de banho do Palácio da Alvorada. Teve alta esta terça-feira de manhã.

O presidente do Brasil deu entrada no Hospital das Forças Armadas (HFA) em Brasília na segunda-feira à noite, após sofrer uma queda no Palácio da Alvorada, residência oficial do chefe de Estado. Já teve alta, avança a revista Veja.

A notícia da queda, avançada pelos media brasileiros, foi confirmada por uma nota presidencial na qual se informa que "o presidente, Jair Bolsonaro, teve uma queda no Palácio da Alvorada".

No mesmo comunicado indica-se que o chefe de Estado "foi atendido pela equipa médica da Presidência da República e levado ao Hospital das Forças Armadas" e que "foi submetido a um exame de tomografia computadorizada [TAC] do crânio, que não detetou alterações".

Bolsonaro ficou "em observação no hospital por seis a 12 horas", acrescenta a nota da Presidência.

O presidente foi transportado para o hospital de carro cerca das 21.15 de segunda-feira (00.15 desta terça-feira em Lisboa).

O ministro da Segurança Institucional, Augusto Heleno, deslocou-se até ao HFA acompanhar a situação. Citado pelos media brasileiros, o ministro adiantou que Bolsonaro "está bem", mas que vai ficar "em observação" no hospital.

Segundo os media, o chefe de Estado terá caído e batido com a cabeça numa das casas de banho.

Teve alta esta terça-feira após uma noite "sem intercorrências" mas com orientação de repouso no Palácio da Alvorada", diz a Folha de S. Paulo, citando a assessoria de Bolsonaro.

Presidente cauteloso com a saúde

Desde que assumiu o cargo de presidente do Brasil, Jair Bolsonaro tem sido muito cauteloso em relação à sua saúde. Em janeiro, por exemplo, cancelou uma viagem à Antártida devido a recomendações médicas. E no ano passado foi convencido pelo seu médico particular a não saltar de paraquedas em Goiás.

A saúde do líder do governo brasileiro inspira cuidados desde que ele foi esfaqueado em setembro de 2018, durante um ato de campanha em Juiz de Fora, no estado de Minas Gerais. Desde então já passou por quatro cirurgias.

Recentemente, Bolsonaro afirmou que o resultado de uma biópsia afastou a possibilidade de ele ter cancro na pele.

(Notícia atualizada às 11:10 com a alta de Jair Bolsonaro do hospital de Brasília)

Mais Notícias