Bebé nasce em voo da Lufthansa a 39 mil pés de altitude

Nikolai veio ao mundo a 11,800 metros de altitude. A bordo estavam três médicos que ajudaram ao parto

Um voo da Lufthansa levantou de Bogotá, a 26 de julho, com Frankfurt como destino. Partiu com 191 passageiros, mas aterrou com 192. Isto porque uma mulher deu à luz durante o voo, 39 mil pés (cerca de 11,800 metros) acima do oceano Atlântico.

Desislava, de 38 anos, da Bulgária, deu à luz um rapaz em pleno voo e ambos "estão bem", de acordo com a companhia aérea.

Quando a mulher começou a entrar em trabalho de parto, os assistentes de bordo deslocaram alguns passageiros para a parte da frente do avião e criaram uma sala de parto improvisada.

Além da ajuda dos assistentes de bordo, três médicos que estavam no avião auxiliaram no nascimento de Nikolai, nome do bebé, curiosamente igual ao de um dos médicos que assistiu ao parto.

Não existiram quaisquer complicações durante o nascimento e o comandante do avião decidiu aterrar em Manchester, para que a mãe e o bebé fossem transportados para um hospital o mais rapidamente possível. Depois, o avião seguiu para Frankfurt.

"Nunca experienciei nada como isto nos meus 37 anos de profissão. Todos fizeram um excelente trabalho. Trabalho de equipa. Depois de aterrar, fui imediatamente ter com a mãe e o bebé para lhe dar as boas-vindas ao mundo. Sem ser o nascimento do meu filho, foi o momento mais comovente da minha vida", disse o comandante do voo, Kurt Mayer.

O nascimento de Nikolai foi recebido com aplausos por parte dos outros passageiros, naquele que foi o 11.º nascimento em voos da Lufthansa desde 1965.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG