Austrália. Criança de nove anos recusa cantar o hino por desrespeitar os indígenas

Protesto da criança está a ser alvo de duras críticas por parte de políticos conservadores

Harper Nielsen tem nove anos, e durante uma cerimónia na escola recusou levantar-se para cantar o hino, por considerar que a letra desrespeita a população indígena. Um protesto no hall da escola, em Brisbane, que saltou entretanto para as páginas dos jornais e se transformou numa questão política. Os pais da menina dizem que o estabelecimento de ensino ameaçou suspendê-la das aulas, uma acusação que foi negada pelo ministério da educação australiano.

O gesto da criança tem merecido duras críticas de políticos conservadores, nomeadamente da senadora do estado de Queensland. "Tirem-na da escola", afirmou, num vídeo divulgado no Facebook, em que se refere a Harper Nielsen como "pirralha". "Digo-vos uma coisa, eu dava-lhe um chuto no rabo", acrescentou Pauline Hanson, fundadora e líder do partido de direita One Nation.

Jarrod Bleijie, membro do partido Liberal National, também não poupou nas palavras, acusando os pais de usar a criança como um "peão político". "Não se levantar durante o hino desrespeita o nosso país e os nossos veteranos. Se continuar a portar-se como uma pirralha deve ser suspensa", escreveu no twitter.

Harper Nielsen alega que a letra do hino desrespeita os indígenas. "Quando diz "somos novos e livres" desconsidera completamente os indígenas australianos, que estavam aqui 50 mil anos antes de nós", afirmou a menina em declarações a uma televisão local, acrescentando que não se rege pelas regras das pessoas mais velhas "só porque elas são mais velhas".

Para o pai da criança, Harper mostrou uma "incrível bravura ao tomar posição por aquilo que acredita ser justo". Já a mãe, Yvette Miller, mostrou-se surpresa que um comportamento "passivo, de não participação possa ser posto no mesmo patamar do que levar uma faca para a escola ou ser violento".

A letra do "Advance Australia Fair", o hino australiano, data de 1878, embora só tenha sido adotado como hino oficial em 1984, substituindo o "God Save the Queen" - o hino do Reino Unido. Colónia britânica até 1901, a Austrália continua a pertencer ao reino da Commonwealth.

A comunidade aborígene - nativa do território australiano - que representa cerca de 3% da população australiana, é particularmente desfavorecida, com níveis de pobreza ou de escolaridade muitíssimo abaixo da média nacional. Os primeiros colonos britânicos chegaram à Austrália em 1788.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG