Ator porno Nacho Vidal detido por uma morte em ritual com veneno de sapo

Vidal é acusado de homicídio negligente por ter praticado um ritual com veneno de sapo que supostamente libertaria a vítima, um fotógrafo de moda, da adição às drogas. O ator ficou em liberdade, após ser ouvido por um juiz.

O conhecido ator de cinema pornográfico espanhol Nacho Vidal, um seu funcionário e o seu irmão foram detidos por estarem envolvidos na morte de um fotógrafo de moda, José Luis Abad, durante um ritual para desintoxicação de drogas, em que terá sido administrado um veneno obtido do sapo bufo a que chamam de 'molécula de Deus'.

A morte ocorreu em julho do ano passado, na casa de campo que Vidal possui em Enguera, revela a imprensa espanhola, e a equipa da Polícia levou meses para recolher provas e deter o ator e os supostos cúmplices.

Os três foram detidos na quinta-feira passada e no dia seguinte o juiz de instrução decidiu deixar em liberdade provisória Nacho Vidal e os outros dois arguidos. Estão indiciados por um suposto crime de homicídio negligente, aguardando julgamento. O magistrado retirou os passaportes dos três e todos têm a obrigação de comparecer periodicamente perante as autoridades.

José Luis Abad, colaborador de revistas de moda, morreu na manhã de 28 de julho, durante um ritual com veneno de sapo-bufo, que certas correntes xamânicas dizem ter poderes de cura. Quem pratica é curado dos vícios ou melhora algum aspeto da sua vida, acreditam os seguidores.

O fotógrafo sofreu um enfarte do miocárdio que causou a sua morte em minutos, mas, apesar das convulsões e da óbvia asfixia - terá ficado com o corpo rígido estendido no chão -, nenhum dos presentes terá feito alguma coisa ou chamado o serviço médico de emergência, segundo está registado no relatório policial entregue ao juiz.

Foi a família da vítima quem, desde o primeiro momento, forçou a investigação, que nos primeiros momentos foi tratada como acidental.

O ator pornográfico, que afirma ter submetido José Luis Abad ao ritual de forma desinteressada e pela amizade, já tinha feito este tipo de prática no passado, como terá declarado à Guarda Civil espanhola.

Nacho Vidal, 46 anos, é famoso por ter participado em mais 1500 filmes porno, como ator e realizador, tornando-se uma celebridade. Mas os problemas com a justiça não são novos. Em 2012, foi detido numa operação contra as máfias asiáticas que atuam em Espanha, suspeito de lavagem de dinheiro através da sua produtora.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG