Amazon deixa de vender plástico de uso único a partir desta segunda-feira

Palhinhas, talheres e outros objetos de plástico que só podem ser usados uma vez deixam de estar à venda na plataforma de comércio online.

21 de dezembro. A partir desta segunda-feira, a gigante do comércio eletrónico Amazon deixa de vender artigos de plástico de uso único, como tinha anunciado em outubro.

Cotonetes, palhinhas, talheres, pratos, copos, pauzinhos... todos estes artigos deixam de estar disponíveis na União Europeia, Reino Unido e Turquia.

A nova política foi anunciada em outubro aos vendedores que usam a plataforma num comunicado a que teve acesso a agência de notícia Europa Press. A medida cumpre assim uma norma europeia destinada a evitar resíduos plásticos.

A decisão da Amazon acontece meses antes da diretiva da União Europeia entrar em vigor - julho de 2021. Nessa altura, todos os estados membros devem fazer a transição para limitar a venda destes produtos.

O que também deixa de estar à venda são recipientes fabricados em poliestireno como aqueles que são usados em take away.

À notícia da saída destes artigos de plástico da plataforma, a Amazon acrescentou indicações para os vendedores destes artigos: se tiverem estes artigos em alguns dos seus centros logísticos têm até domingo para vender o inventário ou solicitar o envio para qualquer localização sem custos adicionais.

A exceção a artigos de plástico de uso único são aqueles que tenham funções médicas ou sanitárias.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG