Alexeï Navalny. Opositor russo transferido para a Alemanha sábado de manhã

Os médicos do hospital de Omsk autorizaram a transferência a pedido da família, afirmando que o seu estado é agora "estável".

O opositor do Presidente russo Alexeï Navalny, internado desde quinta-feira em Omsk, na Sibéria, vai ser transferido para a Alemanha no sábado de manhã, algumas horas depois do que inicialmente estava previsto, após um pedido da equipa médica alemã.

"A pedido da equipa médica alemã, o voo será adiado até à manhã do dia 22 de agosto [sábado]", indicou o Ministério Regional da Saúde, citado pelas agências russas, evocando as "exigências do sindicato das transportadoras aéreas da Alemanha, que regula as condições de trabalho da tripulação".

Alexeï Navalny, 44 anos, está internado desde quinta-feira em Omsk, numa unidade de cuidados intensivos, em coma e ligado a um ventilador, depois de se ter sentido mal durante um voo, suspeitando a sua equipa que o problema de saúde possa ter sido causado por envenenamento.

Os médicos do hospital de Omsk autorizaram sexta-feira ao fim do dia a transferência de Navalny para a Alemanha, para receber tratamento, a pedido da família, afirmando que o seu estado é agora "estável".

Uma organização não-governamental (ONG) alemã, a "Cinema for Peace", enviou um avião-ambulância, com uma equipa de médicos especializados no tratamento de doentes em coma, que aterrou hoje de manhã em Omsk.

A ONG pretende transferir Navalny para o hospital universitário Charité, em Berlim, o que é aprovado pela família e colaboradores do opositor.

Contudo, na manhã de sexta, os médicos do hospital de ​​​​​​​Omsk recusaram a transferência de Navalny, argumentando que o seu estado era na ocasião "grave e instável" e o transporte poderia provocar "alterações hemodinâmicas", especialmente na descolagem e aterragem do avião.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG