África do Sul investiga chave inusitada do totoloto que gerou 20 vencedores

20 vencedores partilharam o jackpot, algo extremamente raro neste tipo de jogos, com uma chave incomum: 5,6,7,8,9 e a bola suplementar 10

O totoloto da África do Sul sorteado esta terça-feira ficou marcado por uma sequência rara e que está a gerar acusações de fraude - até porque houve 20 pessoas a acertar e a ganhar, assim, direito uma parte do prémio.

A chave vencedora é composta pelos 5, 6, 7, 8 e 9 e PowerBall (bola suplementar) é o.... número 10.

Os organizadores dizem que a sequência é escolhida frequentemente pelos apostadores, mas muitos sul-africanos estão a desconfiar de uma fraude, estando já em curso uma investigação.

É extremamente raro que tantos vencedores partilhem o jackpot. As hipóteses de ganhar na lotaria PowerBall da África do Sul são de uma em mais de 42 milhões.

Mas desta vez, e apesar da chave inusitada, os organizadores deram contra de que 20 pessoas tinha registado um boletim com a chave premiada e têm assim direito a 5,7 milhões de rands (cerca de 310 mil euros) cada.

Outros 79 jogadores ganharam 6283 rands (341,5 euros) cada um por adivinhar a sequência de cinco a nove, falhando apenas o PowerBall.

As probabilidades do sorteio, resultando nos números vistos no evento ao vivo televisionado desta terça-feira, são as mesmas de qualquer outra combinação. Sorteios que resultem em vários vencedores são raros, mas neste caso pode ter a ver com esta sequência específica, explicam os organizadores.

"Parabéns aos 20 vencedores do sorteio PowerBall desta noite", escreveu no Twitter o operador de lotaria Ithuba, acrescentando: "Estes números podem ser inesperados, mas há muitos jogadores que optam por jogar estas sequências."

No entanto, nas redes sociais logo começaram a surgir acusações de fraude e pedidos para que o resultado da lotaria e o regulador da competição sejam investigados.

A Comissão Nacional de Jogos da África do Sul (NLC) já disse que investigaria o sorteio, que considerou sem precedentes.

Um porta-voz do NLC, Ndivhuho Mafela, disse que o organismo analisaria o incidente e daria conta das conclusões em breve.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG