Acende isqueiro e o carro "explode" por uso excessivo de ambientador

Um condutor causou uma explosão no seu próprio carro quando acendeu um cigarro após ter utilizado durante muito tempo um ambientador, sem abrir as janelas.

O carro, um Seat Leon, estava parado no meio do trânsito, na cidade inglesa de Halifax, quando o condutor decidiu acender o cigarro. Mal acendeu o isqueiro, deu-se uma "explosão". Terá sido provocada pelo uso excessivo de um ambientador de ar, sem abrir as janelas da viatura, o que gerou a concentração do aerossol. O isqueiro causou a ignição.

Diz a BBC que os bombeiros não tiveram dúvidas - foram as quantidades "excessivas" do perfume do aerossol concentradas que provocaram a explosão quando o homem acendeu o isqueiro.

Quando o gás concentrado originou a explosão, os danos ficaram à vista: partiu o para-brisas e as janelas e danificou as portas do carro. Por sorte, o homem escapou apenas com ferimentos leves. A força da explosão, disse a polícia, foi suficiente para partir janelas de lojas próximas do local onde estava o carro.

A polícia explicou que o incidente em Halifax, no sábado passado, "poderia ter sido pior" e alertou as pessoas para seguirem os conselhos de segurança que estão inscritos nas embalagens dos ambientadores de ar. Um porta-voz da polícia de West Yorkshire disse: "Felizmente o proprietário sofreu apenas ferimentos leves, mas poderia ter sido pior. Devem sempre ler as instruções e os alertas que as embalagens trazem."

O Serviço de Bombeiros e Resgate de West Yorkshire acrescentou: "Nem sempre vemos os riscos dos produtos do dia-a-dia, mas, invariavelmente, eles provocam exatamente o que está escrito na embalagem. Isto não é inédito, já participamos em incidentes de natureza semelhante. Leiam sempre os rótulos."

Mais Notícias